layoutLogotipo - AUTOAVALIAÇÃO DE HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS
layout
 AUTOAVALIAÇÃO DE HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOSFormulário | Resultado | Busca Ficha | Altera Ficha |  Imprimir Formulário

AUTOAVALIAÇÃO DE HIGIENE DAS MÃOS EM SERVIÇOS DE SAÚDE 2019

A Estrutura de Autoavaliação para Higiene das Mãos é uma ferramenta sistemática com a qual pode se proceder à análise situacional da promoção e práticas da higiene das mãos dentro de uma única instituição de assistência à saúde.

Qual é o seu propósito? Além de provocar reflexão acerca dos recursos existentes e de suas realizações, o Instrumento de Autoavaliação para Higiene das Mãos, também contribui para focar em planejamento e desafios futuros. Ela atua, particularmente, como ferramenta de diagnóstico, identificando elementos chave que requerem atenção e melhorias. Os resultados podem ser utilizados para facilitar o desenvolvimento de um plano de ação para o programa de higiene das mãos da instituição. O uso repetido do Instrumento de Autoavaliação para Higiene das Mãos permitirá também a documentação do progresso ao longo do tempo. Acima de tudo, esta ferramenta deverá ser um catalisador para implantação e sustentação de um amplo programa de higiene das mãos numa instituição de assistência à saúde.
 
Quem deve utilizar o Instrumento de Autoavaliação para Higiene das Mãos? Esta ferramenta deve ser utilizada por profissionais encarregados de implantar estratégia para melhorar a higiene das mãos dentro de uma instituição de assistência à saúde.Se ainda não houver uma estratégia em implantação, ela pode então ser utilizada por profi ssionais encarregados do controle de infecção, ou administração superior. A estrutura pode ser utilizada globalmente por instituições de assistência à saúde em qualquer nível de progresso no que tange à higiene das mãos.

Critérios de liderança também foram identificados para reconhecer instituições que sejam consideradas centro de referência e contribuam para a promoção de higiene das mãos por meio de pesquisa, inovação e compartilhamento de informação. A avaliação, no que diz respeito aos critérios de liderança, deve ser apenas aplicada por instituições que tenham alcançado o nível avançado.
 

 
* Preenchimento Obrigatório
Atenção: nos campos marcados com 'Visível ao público' não devem ser colocados dados de sua intimidade e privacidade.
Clique aqui em caso de dúvidas relativas a este formulário.
  DADOS CADASTRAIS 
 CNES - Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde: *
Informar o número do CNES disponível no site http://cnes.datasus.gov.br/ (consulta ou cadastro).
 Esfera administrativa: *
Informar o tipo de administração do serviço de saúde (ex.: privado, estadual)
 UF: *
Informar a Unidade Federativa em que o hospital está localizado.
 Setor ou Unidade em que trabalha: *
UTI ADULTO
UTI PEDIÁTRICA
UTI NEONATAL
CCIH
 Qual(is) o(s) tipo de cuidado prestados pelo serviço de saúde? *
Indicar o(s) tipo(s) de cuidado(s) prestado pelo estabelecimento de saúde relacionado nesta auto avaliação. Caso tenha ambos (atendimento com e sem internação), marcar alternativas. Caso, o serviço não se enquandre nos exemplos, indique a alternativa Outros.
1. Sem internação (cuidados agudos, como ambulatório, emergência/urgência e outros sem internação)
2. Com internação (hospitais, instituição de longa permanência e outros com internação)
3. Outros
 Número total de leitos do serviço de saúde: *
Indicar o total de leitos existentes no serviço de saúde.
 Número de enfermeiros que fazem controle de infecção, em todos os turnos. *
Indicar apenas o número total de enfermeiros com atividades de controle de infecção.
 Número de médicos que fazem controle de infecção, em todos os turnos: *
Indicar apenas o número total de médicos com atividades de controle de infecção.
 A instituição está cadastrada em : *
Para ser considerada afirmativa a resposta, a instituição deve ter efetuado o cadastro foi realizado pelo endereço eletrônico: http://www.who.int/gpsc/5may/en/index.html.
Sim
Não
 A Instituição participa de algum programa nacional ou local de higiene de mãos: *
Sim
Não
  1. MUDANÇA DE SISTEMA 
 1. Eficácia: As preparações de base alcoólicas para higienização das mãos utilizadas devem apresentar padrões reconhecidos de eficácia antimicrobiana para antissepsia das mãos (padrões ASTM ou EN). Produtos de base alcoólica para higiene das mãos com eficácia antimicrobiana ótima, geralmente, contém 75 a 85% de etanol, isopropanol, ou n-propanol, ou uma combinação destes produtos. As formulações recomendadas pela OMS contêm 75% v/v isopropanol ou 80% v/v etanol.
2. Tolerabilidade da pele: A preparação alcoólica para higiene das mãos é bem tolerada pela pele dos profissionais de saúde (i.e. não irrita a pele) quando utilizada na assistência clínica, conforme demonstrado por dados confiáveis. O Protocolo da OMS para Avaliação da Tolerabilidade e Aceitabilidade de Preparação de Base Alcoólica para Higiene das Mãos em Uso ou Planejado pode ser utilizado como referência.
3. Ponto de assistência: É o local onde três elementos se unem: o paciente, o profissional de saúde, e cuidado ou tratamento envolvendo contato com o paciente ou seu arredor (dentro da zona do paciente). Produtos devem estar disponíveis no ponto de assistência sem que haja necessidade de se deixar a zona do paciente (idealmente ao alcance das mãos do profissional de saúde ou dentro do limite de dois metros).
4. Água corrente limpa: é o fornecimento de água canalizada (ou onde esta não é disponível, de armazenamento próprio com desinfecção apropriada) que apresenta padrões de segurança apropriados para contaminação química e microbiana. Detalhes adicionais podem ser encontrados em Padrões de Saúde Ambiental Essenciais em assistência à saúde (Genebra, Organização Mundial da Saúde, 2008, http://whqlibdoc.who.int/publications/2008/97892411547239_eng.pdf).
5. Sabonete: Produtos com base de detergentes, que não contém agentes antimicrobianos adicionados, ou podem contê-los apenas como preservativos. Eles estão disponíveis em várias formas, incluindo sabonete em barra, tecido, folha e preparações líquidas.
6. Infraestrutura: A “infraestrutura” aqui se refere às comodidades, equipamentos e produtos que são necessários para se alcançar práticas ótimas de higiene das mãos na instituição. Especificamente, se refere a indicadores incluídos nas questões 1.1-1.5 e detalhados nas Diretrizes da OMS sobre Higienização das Mãos na Assistência à Saúde 2009, Parte I, Capítulo 23.5 (e.g. disponibilidade de preparação de base alcoólica para higiene das mãos em todos os pontos de assistência, fornecimento de água corrente limpa e relação pia: leito de pelo menos 1:10, com sabonete e toalha descartável em cada pia).
 1.1. Qual é a disponibilidade de preparação alcoólica para higiene das mãos na sua Instituição? *
Não é disponível (0)
Disponível, mas eficácia1 e tolerabilidade2 não foram provadas (0)
Disponível apenas em algumas enfermarias ou o fornecimento é irregular (com eficácia1 e tolerabilidade 2 comprovadas) (5)
Amplamente disponível na instituição com fornecimento regular (com eficácia1 e tolerabilidade 2 comprovadas) (10)
Amplamente disponível na instituição com fornecimento regular, e no ponto de assistência3 na maioria das enfermarias (com eficácia1 e tolerabilidade 2 comprovadas) (30)
Amplamente disponível na instituição com fornecimento regular, em cada ponto de assistência3 (com eficácia1 e tolerabilidade2 comprovadas) (50)
 1.2. Qual é a relação pia/lavatório por leito? *
Avaliação de infraestrutura da enfermaria; Guia de implantação II.1
Menos de 1:10 (0 )
Pelo menos 1:10 na maioria das enfermarias (5)
Pelo menos 1:10 na instituição e 1:1 nos quartos de isolamento e unidades de terapia intensiva (10)
 1.3. Há fornecimento contínuo de água corrente limpa? *
Não (0)
Sim (10)
 1.4. O sabonete líquido está disponível em todas as pias? *
Ver item 5, no cabeçalho do componente 1. MUDANÇA DO SISTEMA
Não (0)
Sim (10)
 1.5. Há papel toalha disponível em todas as pias? *
Não (0)
Sim (10)
 1.6. Há orçamento exclusivo/disponível para a contínua obtenção de produtos para higiene das mãos (ex. produto para higiene das mãos de base alcoólica)? *
Não (0)
Sim (10)
 QUESTÃO EXTRA: Há um plano realista implantado para melhorar a infraestrutura (6) em sua instituição de saúde? *
Ver item 6 do comando da questão
Não (0)
Sim (5)
  2. EDUCAÇÃO E TREINAMENTO 
 7. Treinamento em higiene das mãos: Este treinamento pode ser feito utilizando-se diferentes métodos, mas a informação veiculada deve se basear na Estratégia Multimodal da OMS para Melhoria de Higiene das Mãos ou material semelhante. O treinamento deve incluir o seguinte:
- Definição, impacto e carga das infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS);
- Formas relevantes de transmissão de patógenos associados à assistência à saúde;
- Prevenção de IRAS e papel crítico da higiene das mãos;
- Indicações da higiene das mãos (baseadas na abordagem da OMS ‘Meus 5 Momentos para Higienização das Mãos’);
- Técnica correta de higiene das mãos (referir-se a ‘Como friccionar as Mãos com preparação alcoólica’ e ‘Como higienizar as Mãos com água e sabonete’)
8. Profissional com habilidades adequadas: Equipe médica ou de enfermagem treinadas em controle de infecção ou doenças infecciosas, cujas tarefas incluam tempo exclusivo para treinamento em higiene das mãos. Em alguns cenários, as equipes poderiam ser médica ou de enfermagem envolvidas na assistência clínica, com tempo exclusivo para adquirir conhecimento completo da evidência e práticas corretas e de higiene das mãos (o mínimo conhecimento necessário pode ser encontrado nas Diretrizes da OMS para Higiene das Mãos na Assistência à Saúde - http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44102/9789241597906_eng.pdf;jsessionid=4B7040E470748CE000E53DDAAB4704D9?sequence=1 e no Manual Técnico de Referência para Higiene das Mãos - https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/manual-de-referencia-tecnica-para-a-higiene-das-maos e Manual Segurança do Paciente em Serviços de Saúde – Higienização das mãos https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/seguranca-do-paciente-higienizacao-das-maos ).

 2.1a. Com qual frequência os profissionais de saúde recebem treinamento em relação à higiene das mãos na sua instituição? *
2.1. Em relação ao treinamento de profissionais de saúde da sua instituição:
Nunca (0)
Pelo menos uma vez (5)
Treinamento regular para as equipes médica e de enfermagem, ou para todas as categorias profissionais (pelo menos uma vez ao ano) (10)
Treinamento obrigatório para todas as categorias profissionais à admissão no emprego, e a partir de então treinamentos regulares (pelo menos uma vez ao ano) (20)
 2.1b. Há um processo implantado com o objetivo de se confirmar que todos os profissionais de saúde tenham completado este treinamento? *
2.1. Em relação ao treinamento de profissionais de saúde da sua instituição:
Não (0)
Sim (20)
 2.2a O ‘WHO Guidelines on Hand Hygiene in Health-care: A Summary’ ou adaptação local semelhante está facilmente disponível para todos os profissionais de saúde? *
2.2. O documento OMS acima está disponível em http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44102/9789241597906_eng.pdf?sequence=1
Não (0)
Sim (5)
 2.2b O WHO ‘Hand Hygiene Technical Reference Manual’ ou adaptação local semelhante está facilmente disponível para todos os profissionais de saúde? *
2.2. O documento OMS acima está disponível em www.who.int/gpsc/5may/tools/en/index.html ( inglês) e Manual de Referência Técnica de Higiene das Mãos https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/manual-de-referencia-tecnica-para-a-higiene-das-maos ( português )
Não (0)
Sim (5)
 2.2c O WHO ‘Hand Hygiene: Why, How and When’ Brochure`ou adaptação local semelhante está facilmente disponível para todos os profissionais de saúde? *
2.2. O documento OMS acima está disponível em www.who.int/gpsc/5may/tools/en/index.html
Não (0)
Sim (5)
 2.2d O WHO ‘Glove Use Information’ Leaflet ou adaptação local semelhante está facilmente disponível para todos os profissionais de saúde? : *
2.2. O documento OMS acima está disponível em www.who.int/gpsc/5may/tools/en/index.html ( inglês ) e Folheto Informativo sobre uso de luvas https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/uso-de-luvas (português)
Não (0)
Sim (5)
 2.3. Há um profissional com habilidades adequadas para atuar como treinador em programas ativos educacionais em sua instituição de assistência à saúde? *
Não (0)
Sim (15)
 2.4. Há um sistema implantado de observadores para validação e treinamento de adesão à higiene das mãos? *
Não (0)
Sim (15)
 2.5. Há orçamento específico que permita capacitação em higienize das mãos? *
Não (0)
Sim (10)
  3. AVALIAÇÃO E DEVOLUÇÃO DA INFORMAÇÃO 
 3.1. Há auditorias regulares nas unidades (pelo menos uma vez ao ano) para avaliação da disponibilidade de preparações alcoólicas, sabonete líquido, papel toalha e outros recursos para higiene das mãos? *
Não (0)
Sim (10)
 3.2. a. O conhecimento dos profissionais de saúde é avaliado, pelo menos uma vez ao ano, em relação às indicações para higiene das mãos (e.x.: após sessão educativa)? *
Não (0)
Sim (5)
 3.2. b. O conhecimento dos profissionais de saúde é avaliado, pelo menos uma vez ao ano, em relação à técnica correta de higiene de mãos (ex. após sessão educativa)? *
Não (0)
Sim (5)
 3.3.a Monitoramento indireto da adesão higiene de mãos: o consumo de produto alcoólico para higiene das mãos é monitorado regularmente (pelo menos a cada 3 meses)? *
Não (0)
Sim (5)
 3.3.b Monitoramento indireto da adesão à higiene das mãos: o consumo de sabonete líquido é monitorado regularmente (pelo menos a cada 3 meses)? *
Não (0)
Sim (5)
 3.3c Monitoramento indireto da adesão à higiene das mãos: o consumo de preparação alcoólica para higienização das mãos é de pelo menos 20 litros por 1000 pacientes/dia? *
Não (0) (ou não medido)
Sim (5)
 3.4. Há monitoramento direto de adesão à higiene das mãos, seguindo o treinamento e validação pela metodologia da OMS ‘Meus 5 Momentos para Higiene das Mãos’ (ou uma semelhante) pelos observadores? *
Sim
Não
 3.5a Devolutiva imediata: Há devolutiva imediata aos profissionais de saúde ao final de cada sessão de observação de adesão à higiene das mãos? *
Não (0)
Sim (5)
 3.5bi Devolutiva sistemática: Há devolutiva regular (pelo menos semestral) de dados relacionados aos indicadores de higiene das mãos com demonstração da tendência ao longo do tempo, dispensada a PROFISSIONAIS DE SAÚDE : *
Não (0)
Sim (7,5)
 3.5bii Devolutiva sistemática: Há devolutiva regular (pelo menos semestral) de dados relacionados aos indicadores de higiene das mãos com demonstração da tendência ao longo do tempo, dispensada a LIDERANÇA DA INSTITUIÇÃO: *
Não (0)
Sim (7,5)
  4. LEMBRETES NO LOCAL DE TRABALHO 
 4.1a. Há cartazes da OMS ou Anvisa expostos explicando as indicações de higiene das mãos (ou um equivalente produzido localmente de conteúdo semelhante)? *
Não exposto (0)
Exposto em algumas áreas de assistência/tratamento (15)
Exposto na maioria das áreas de assistência/tratamento (20)
Exposto em todas as áreas de assistência/tratamento (25)
 4.1b Há cartazes da OMS ou Anvisa explicando a técnica correta do uso de produto alcoólico para higiene das mãos? *
Não exposto (0)
Exposto em algumas áreas de internação/tratamento (5)
Exposto na maioria das áreas de internação/tratamento (10)
Exposto em todas as áreas de internação/tratamento (15)
 4.1c Há cartazes da OMS ou Anvisa explicando a técnica correta de higiene das mãos com água e sabonete líquido? *
Não exposto (0)
Exposto em algumas áreas de assistência/tratamento (5)
Exposto na maioria das áreas de assistência/tratamento (7,5)
Exposto em todas as áreas de assistência/tratamento (10)
 4.2. Qual a frequência com que são feitas auditorias em todos os cartazes a fim de se evidenciar danos e necessidade de reposição? *
Nunca (0)
Pelo menos uma vez ao ano (10)
A cada 2 -3 meses (15)
 4.3. Há outros cartazes, que não os acima mencionados, que promovam a higiene das mãos e que sejam regularmente atualizados? *
Não (0)
Sim (10)
 4.4. Há folhetos informativos sobre higiene de mãos disponíveis nas enfermarias/unidades? *
Não (0)
Sim (10)
 4.5. Há outros lembretes no local de trabalho espalhados por toda a instituição? (e.x: protetores de tela, crachás, adesivos, etc.): *
Não (0)
Sim (15)
  5. CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS 
 10. Equipe de Higiene das mãos: A configuração deste grupo pode variar. É provável que mais frequentemente seja constituído por uma unidade de controle de infecção, mas pode variar (a depender dos recursos disponíveis) de uma única pessoa com o papel de gerenciar o programa de higiene das mãos, até um grupo de membros de equipes de diferentes departamentos da instituição com reuniões exclusivas do programa de higiene das mãos.

11. Campeão de higiene das mãos: Uma pessoa que advoga pelas causas da segurança
do paciente e padrões de higiene das mãos e assume a responsabilidade de divulgar um
projeto em sua unidade ou por toda a instituição.

12. Pessoa modelo em higiene das mãos: Uma pessoa que serve com um exemplo, cujo comportamento é seguido pelos outros. Particularmente, uma pessoa modelo para higiene das mãos deve ter taxa de adesão a esta prática de pelo menos 80%, ser capaz de lembrar a outros a aderir e ser capaz de ensinar na prática os conceitos dos 5 momentos da OMS para higiene das mãos.

13. Sistema para responsabilização pessoal: Ações explícitas estão vigentes para estimular profissionais de saúde a se responsabilizarem por seu comportamento no que diz respeito às práticas de higiene das mãos. Exemplos são a notificação por observadores ou profissionais do controle de infecção, ter sua atenção chamada por pares e relatos às autoridades de nível mais alto da instituição, com possíveis conseqüências na avaliação individual.

14. Sistema camarada: Um programa de duplas no qual cada novo profissional de saúde é ligado a um profissional já estabelecido e treinado que assume a responsabilidade por apresentar ao novato a cultura de higiene das mãos no ambiente de assistência à saúde (incluindo treinamento prático das indicações e técnicas para a realização da higiene das mãos, e explicação da promoção das iniciativas de higiene das mãos dentro da instituição).
 5.1a No que diz respeito a uma equipe de higiene das mãos (10) que esteja especificamente dedicada à promoção e implantação de práticas ótimas de higiene das mãos na sua instituição: Este grupo está estabelecido? : *
Ver item 10, no comando da questão CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS
Não (0)
Sim (5)
 5.1b No que diz respeito a uma equipe de higiene das mãos(10) que seja especificamente dedicada à promoção e implantação de práticas ótimas de higiene das mãos na sua instituição: Este grupo se reúne regularmente (pelo menos uma vez ao mês)? : *
Ver item 10 no comando
Não (0)
Sim (5)
 5.1c Este grupo dispõe de tempo exclusivo para conduzir ativamente a promoção de higiene das mãos? (ex.: organização de novas atividades, ensino de monitoramento do desempenho da higiene das mãos): *
Não (0)
Sim (5)
 5.2a Os membros da Alta direção ou superintendência da instituição claramente se comprometeram a dar respaldo à melhoria da higiene das mãos? (ex.: compromisso escrito ou verbal recebido pela maioria dos profissionais de saúde). *
Não (0)
Sim (10)
 5.2b O Diretor Médico claramente se comprometeu respaldar a melhoria da higiene das mãos? (e.x.: compromisso escrito ou verbal com a promoção da higiene das mãos recebido pela maioria dos profissionais de saúde). *
Não (0)
Sim (5)
 5.2c A direção de Enfermagem claramente se comprometeu a dar respaldo à melhoria da higiene das mãos? (e.x.: compromisso escrito ou verbal com a promoção da higiene das mãos recebido pela maioria dos profissionais de saúde). *
Não (0)
Sim (5)
 5.3. Há um plano claro estabelecido para a promoção de higiene das mãos e disseminado na instituição para o dia 5 de maio (Iniciativa Anual ‘Salve Vidas: Higienize Suas Mãos’): *
Não (0)
Sim (10)
 5.4a Há um sistema implantado para eleger os campeões/líderes de higiene das mãos (11) para todos os serviços? *
Ver item 11, no comando da questão CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS
Não (0)
Sim (5)
 5.4b Há um sistema para reconhecimento e utilização de pessoas respeitadas e que sirvam de exemplo em higiene das mãos(12)? *
Ver item 12, no comando da questão CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS
Não (0)
Sim (5)
 5.5a No que diz respeito ao envolvimento do paciente na promoção da higiene das mãos, os pacientes são informados acerca da importância da higiene das mãos? (e.x.: com um folheto): *
Não (0)
Sim (5)
 5.5b No que diz respeito ao envolvimento do paciente na promoção da higiene das mãos, há um programa formalizado de engajamento do paciente sendo empregado? : *
Não (0)
Sim (10)
 5.6a Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: ferramentas de E-learning (APRENDIZADO PELA INTERNET) em higiene das mãos : *
Não (0)
Sim (5)
 5.6b Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: meta institucional de higiene das mãos estabelecida anualmente? : *
Não (0)
Sim (5)
 5.6c Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: sistema para compartilhamento intra-institucional de inovações confiáveis e testadas? : *
Não (0)
Sim (5)
 5.6d Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: comunicados que mencionem regularmente a higiene das mãos (e.x.: boletins institucionais, reuniões clínicas): *
Não (0)
Sim (5)
 5.6e Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: Sistema para responsabilização pessoal (13): *
Ver item 13, no comando da questão CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS
Não (0)
Sim (5)
 5.6f Há iniciativas para respaldar melhorias contínuas locais sendo empregadas na sua instituição, por exemplo: Um sistema camarada (14) para novos funcionários : *
Ver item 14, no comando da questão CLIMA INSTITUCIONAL DE SEGURANÇA PARA HIGIENE DAS MÃOS
Não (0)
Sim (5)
  6. CRITÉRIOS DE LIDERANÇA 
 6.1a. Mudança de sistema: Foi realizada análise de custo-benefício de alterações de infra-estrutura necessárias para o desempenho ótimo de higiene das mãos no ponto de assistência? *
Sim
Não
 6.1b Mudança de sistema: A higiene das mãos é realizada em 80% das oportunidades com produto alcoólico na sua instituição? *
Sim
Não
 6.2a Treinamento e Educação: O grupo de higiene das mãos treinou representantes de outras instituições na área de higiene das mãos? *
Sim
Não
 6.2b Treinamento e Educação: Os princípios de higiene das mãos foram incorporados aos currículos educacionais locais de médicos e enfermeiros? *
Sim
Não
 6.3a Avaliação e Devolutivas: As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) são monitoradas? (e.x.: Staphylococccus aureus, bacteremia por Gram negativos, infecções relacionadas a dispositivos): *
Sim
Não
 6.3b Avaliação e Devolutivas: Há um sistema implantado para monitoramento de IRAS em áreas de alto risco? (ex.: UTI adulto, pediátrica e neonatal). *
Sim
Não
 6.3c Avaliação e Devolutivas: Há avaliação de prevalência global de IRAS ampla na instituição realizada, pelo menos, uma vez ao ano? *
Sim
Não
 6.3d Avaliação e Devolutivas: As taxas de IRAS são apresentadas à liderança da instituição e aos profissionais de saúde juntamente com os dados de adesão à higiene de mãos? *
Sim
Não
 6.3e Avaliação e Devolutivas: Há avaliação estruturada empregada para entender os obstáculos à adesão ótima de higiene das mãos e das causas de IRAS no nível local, e com resultados relatados à liderança da instituição? *
Sim
Não
 6.4a Lembretes no Local de Trabalho: Há um sistema desenvolvido para criação de novos cartazes pelos profissionais de saúde locais? *
Sim
Não
 6.4b Lembretes no Local de Trabalho: Os cartazes criados na sua instituição são utilizados por outras instituições? *
Sim
Não
 6.4c Lembretes no Local de Trabalho: Tipos inovadores de lembretes de higiene das mãos foram desenvolvidos e testados na sua instituição? *
Sim
Não
 6.5a Clima de Segurança Institucional: Há uma agenda local de pesquisa em higiene das mãos desenvolvida e dirigida a aspectos identificados pela OMS como necessitando investigação? *
Sim
Não
 6.5b Clima de Segurança Institucional: A sua instituição tem participado ativamente em publicações ou apresentações em conferências (pôster ou oral) na área de higiene das mãos? *
Sim
Não
 6.5c Clima de Segurança Institucional: Os pacientes são convidados a lembrar os profissionais de saúde a higienizar suas mãos? *
Sim
Não
 6.5d Clima de Segurança Institucional: Os pacientes e visitantes são educados a higienizar suas mãos corretamente? *
Sim
Não
 6.5e Clima de Segurança Institucional: A sua instituição contribui ou dá respaldo à campanha nacional de higiene das mãos (se existente)? *
Sim
Não
 6.5f Clima de Segurança Institucional: A avaliação do impacto da campanha de higiene das mãos é incorporada no planejamento do programa de controle de infecção? *
Sim
Não
 6.5g Clima de Segurança Institucional: A sua instituição estabelece uma meta anual para melhoria da adesão à higiene das mãos em toda a instituição? *
Sim
Não
 6.5h Clima de Segurança Institucional: Se a sua instituição tem uma meta, ela foi alcançada no último ano? *
Sim
Não
  RESPONSÁVEL PELO PREENCHIMENTO DOS DADOS 
 Nome: *
 E-mail: *
Gravar Gravar
Atenção: Ao gravar aguarde a tela de confirmação. Somente se aparecer a mensagem de confirmação seus dados terão sido gravados.
Clique aqui em caso de dúvidas relativas a este formulário.
Página 1 de 1
Logotipo FormSus