layoutLogotipo - CADASTRO DOS HOSPITAIS DE CAMPANHA
layout
 CADASTRO DOS HOSPITAIS DE CAMPANHAFormulário | Resultado | Busca Ficha | Altera Ficha |  Imprimir Formulário

COVID -19: Componentes a serem observados pelas equipes das Vigilâncias Sanitárias (VISA), Núcleos Estaduais de Segurança do Paciente de VISA (NSP VISA) e Coordenações Estaduais de Controle de Infecção (CECIH) para Diagnóstico Situacional de Hospitais de Campanha/ estruturas provisórias (HCamp).

Os hospitais de campanha e outras estruturas provisórias implantadas para atendimento aos pacientes durante a Pandemia  da COVID – 19 tem sido uma proposta apresentada por vários estados como estrutura de saúde no tratamento dos pacientes durante o período da pandemia. Tratam-se de estruturas de atendimento em caráter emergencial, e que a sua construção e funcionamento envolve uma série de adaptações e ações extraordinárias, que se não forem geridas adequadamente, podem aumentar os riscos de eventos danosos para os pacientes e trabalhadores.

A Nota Técnica 69/2020 GRECS / GGTES / DIRE1/Anvisa contém orientações gerais sobre hospitais de campanha, durante o enfrentamento da COVID-19.

A Nota Técnica GVIMS / GGTES / Anvisa Nº 08/2020 contém orientações gerais para implantação das práticas de segurança do paciente nesses hospitais de campanha e estruturas provisórias destinadas a atender pacientes acometidos pela COVID-19 em seus diversos níveis de complexidade ou pacientes com outras patologias, que possam ser destacados para essas unidades.

A GVIMS / GGTES / Anvisa disponibiliza o presente formulário de cadastro dos hospitais de campanha e estruturas provisórias, com objetivo de identificar onde estão localizadas essas estruturas nos estados e direcionar as equipes de VISA, NSP VISA e CECIH na avaliação desses serviços, com foco na segurança do paciente.

Quem deve preencher o formulário?

Sugerimos que o presente formulário seja preenchido pela VISA do estado ou do município, preferencialmente em parceria com as equipes da CECIH e NSP VISA e durante uma visita técnica ao hospital de campanha ou estrutura provisória. Vale ressaltar que o instrumento não é um roteiro de inspeção, mas pode ser utilizado como documento direcionador dos elementos que devem estar presentes nessas unidades, para promover a qualidade e segurança da assistência prestada aos pacientes.

Como preencher o formulário?

Os hospitais de campanha e estruturas provisórias devem preencher o formulário de acordo com sua organização estrutural e operacional. Devem ser assinaladas apenas as unidades que compõem o hospital de campanha e estrutura provisória e preencher os campos inerentes a essas unidades. Ex: para um HCamp que não dispõe de unidades de pacientes críticos, essa unidade não deverá ser assinalada e portanto os campos inerentes a essa unidade não serão preenchidos.


Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde - GVIMS
Gerência de Tecnologia em Serviços de Saúde - GGTES
Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa
gvims@anvisa.gov.br

* Preenchimento Obrigatório
Atenção: nos campos marcados com 'Visível ao público' não devem ser colocados dados de sua intimidade e privacidade.
Clique aqui em caso de dúvidas relativas a este formulário.
  DADOS GERAIS 
 Estado: *
 Endereço: *
Informar o endereço completo do estabelecimento de saúde
 Número de leitos: *
 Nome do responsável técnico: *
 Vínculo Hospitalar: *
Ministério da Saúde
Secretaria Estadual de Saúde
Secretaria Municipal de Saúde
Outro
  INFRAESTRUTURA 
 Marque abaixo as unidades que compõem a estrutura do Hospital de Campanha (HCamp): *
Unidade de triagem;
Unidade de testagem;
Unidade de internação de pacientes não críticos;
Unidade de internação de pacientes críticos;
Unidade de Terapia Transfusional ou assistência hemoterápica;
Unidade de Processamento de Produtos para Saúde (CME);
Laboratório de Análises Clínicas;
Rouparia
Centro Cirúrgico
Farmácia;
Necrotério.
Outras unidades
  PROCESSOS DE TRABALHO 
 Estão disponíveis orientações escritas para os funcionários, minimante para: *
Limpeza e desinfecção de superfícies.
Tratamento de resíduos
Processamento de produtos de saúde
Fluxo para encaminhamento dos produtos para a saúde para processamento fora do hospital de campanha
Processamento de roupas
Fluxo para encaminhamento das roupas sujas para lavanderia hospitalar fora do hospital de campanha
Uso de EPI , com orientações para paramentação e desparamentação
Fluxo para armazenamento e recolhimento dos resíduos
Outros
 Onde são armazenados os resíduos gerados no hospital de campanha: *
Expurgo;
Abrigo temporário específico para essa finalidade;
Outros
  AÇÕES DE SEGURANÇA DO PACIENTE 
 Há no serviço de saúde uma equipe de segurança do paciente, responsável pelas ações de segurança do paciente e de prevenção e controle de infecções: *
SIM
NÃO
 A equipe de segurança do paciente possui experiência em gestão de risco dos eventos adversos relacionados à Assistência à Saúde: *
SIM
NÃO
 O hospital possui um Plano Básico de Segurança do Paciente com ações de prevenção e controle de eventos adversos, incluindo as infecções relacionadas à assistencia à saúde: *
SIM
NÃO
 A equipe de segurança do paciente tem alguma interação com o Núcleo Estadual de Segurança do Paciente (NSP VISA) ou com a Coordenação Estadual de Controle de Infecção (CECIH) para orientação de ações para a segurança do paciente: *
SIM
NÃO
 Há um local com computador destinado para a equipe de segurança do paciente executar o planejamento das ações de segurança do paciente e controle de infecção, bem como realizar a notificação de EA: *
SIM
NÃO
 Há definição de protocolos e fluxos para acesso a: *
Exames de imagem (RX, tomografia, RMN, etc)
Procedimentos de alta complexidade para atendimento de pacientes críticos;
Realização de procedimentos cirúrgicos
Laboratório de análises clínicas, com capacidade de realizar hemogasometria;
Unidade transfusional;
Transporte extra-hospitalar;
Hemodiálise
Manejo de corpos
Fluxos e Manejo de pacientes suspeitos e confirmados de COVID-19 (este ítem aplica-se exclusivamente aos hospitais de campanha destinados ao atendimento de pacientes com outras doenças-base)
Outros procedimentos
 Estão disponíveis aos funcionários orientações escritas para: *
Identificação do paciente;
Higiene das mãos;
Medidas de precaução
Segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos;
Prevenção de lesão por pressão;
Prevenção de quedas
Prevenção e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde
Prevenção de IPCS
Prevenção de PAV
Prevenção de ITU
Prevenção e controle da COVID-19 nos hospitais de Campanha
Comunicação efetiva entre profissionais do serviço de saúde e entre serviços de saúde;
Aplicação da Lista de Verificação da Segurança Cirúrgica (LVSC)
Prevenção e o controle das infecções pelo novo coronavírus (sars-cov-2) em procedimentos cirúrgicos conforme Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 06/2020
Coleta, recebimento, identificação e transporte de amostras biológicas.
Captação, análise e notificação de eventos adversos no hospital de campanha
Estratégias de comunicação envolvendo as equipes do serviço, pacientes e equipe de segurança do paciente.
 Os funcionários receberam capacitação sobre as práticas de segurança do paciente : *
SIM
NÃO
 Além das capacitações, estão previstas ou foram utilizadas outras formas de veiculação dessas informações ao profissional? *
SIM
NÃO
Gravar Gravar
Atenção: Ao gravar aguarde a tela de confirmação. Somente se aparecer a mensagem de confirmação seus dados terão sido gravados.
Clique aqui em caso de dúvidas relativas a este formulário.
Página 1 de 1
Logotipo FormSus